44º Troféu Hassan II MELO GOUVEIA SEGURA TOP-20 A 2 DO TOP-10

Ricardo Melo Gouveia segurou sábado um lugar no top-20 do Troféu Hassan II, uma boa classificação tendo em conta que se trata de um torneio do European Tour de 2,5 milhões de euros em prémios monetários, portanto, com muitos pontos para atribuir.

O representante do Team Portugal desceu de 11º empatado para o grupo dos 17º classificados, com 217 pancadas, 2 abaixo do Par do Red Course do Royal Golf Dar Es Salam, em Rabat, depois de na terceira e penúltima volta ter igualado o Par-73 do campo.

 
Ricardo Melo Gouveia voltou a mostrar o seu espírito de luta, pois não começou nada bem, com 3 bogeys nos buracos 2, 3 e 7, mas deu a volta ao resultado com birdies nos buracos 9, 10 e 11. A partir daí foi uma montanha-russa, com bogeys no 12, 14 e 17, e birdies no 13, 15 e 18.
 
Mas o que há a realçar desta volta é o facto de ter-se revelado mentalmente forte. No último torneio do European Tour que tinha disputado, na Índia, foi forçado a desistir com a reincidência de uma lesão na anca. Esteve um mês parado, regressou, partia hoje às portas do top-10, começou mal, mas de cada vez que se viu em baixo conseguiu sempre recuperar.
 
O profissional da Quinta do Lago está a apenas 2 pancadas do top-10 e se um top-20 já é positivo num torneio de cotação superior à do Portugal Masters, um top-10 seria um tónico formidável para relançar uma temporada em que este foi apenas o terceiro cut passado em sete torneios disputados… e logo em vésperas de Open de Portugal @ Morgado Golf Resort.
 
Entretanto, na jornada de hoje, o difícil traçado marroquino voltou a fazer-se sentir e as estatísticas foram piores do que ontem, com apenas cinco jogadores na casa das 60 pancadas e 26 competidores a ficarem abaixo do Par.
 
Mesmo assim, o antigo vencedor do Campeonato Internacional Amador de Portugal, Renato Paratore (Itália), destacou-se da mediania e bateu o recorde do campo com 66 pancadas, 7 abaixo do Par, para subir ao 2º lugar, com um agregado de 6 abaixo do Par, a apenas 2 do líder, o irlandês Paul Dune, com 211 (73+69+69), -8.