Filipe Lima e Ricardo Santos Passam Cut
Filipe Lima e Ricardo Santos garantiram hoje (sexta-feira) a qualificação para as duas últimas voltas do Open de Portugal@Morgado Golf Resort, embora esta 55ª edição só vá decidir o cut amanhã (Sábado), quando se concluir a segunda volta.
 
O torneio do European Tour, de meio milhão de euros em prémios monetários, foi fustigado ontem (quinta-feira) por fortes chuvas que se abateram sobre Portimão, levando a que só hoje se fechasse a primeira ronda.
 
Imediatamente iniciou-se a segunda, mas, apesar do bom tempo ter voltado ao Algarve durante toda a tarde, não foi possível encerrar a segunda volta, que recomeçará às 8h00 de amanhã.
 
Filipe Lima e Ricardo Santos foram dois dos jogadores forçados a uma jornada dupla, mas aproveitaram-na bem e, independentemente do que se passar amanhã, irão continuar em prova.
 
Filipe Lima passou apenas o seu segundo cut da época no European Tour, depois do Tshwane Open, em março, na África do Sul, enquanto Ricardo Santos não passava um cut nesta primeira divisão europeia desde o Open de Itália em setembro de 2015. Em 2016 e 2017 tem jogado no Challenge Tour (segunda divisão).
 
Embora as classificações da segunda volta sejam provisórias, Lima, um português residente em França, integra o grupo dos 7º classificados, com 138 pancadas, 8 abaixo do Par, após voltas de 67 e 71.
 
Santos, a jogar em casa, pois é algarvio, está empatado no 22º lugar com 140 pancadas, 6 abaixo do Par, tendo apresentado cartões de 71 e 69.
 
Houve mais três portugueses a terminarem hoje a segunda ronda e foram eliminados com os seguintes resultados:
 
102º (empatado) Tiago Cruz, 146 (73+73), Par;
126º (empatado) Tomás Melo Gouveia, 148 (78+70), +2;
137º (empatado) Tomás Santos Silva, 149 (75+74), +3.
 
Ainda em campo, com hipóteses matemáticas de passarem o cut (provisoriamente fixado em -3), mas com dificuldades, estão cinco portugueses, com os seguintes resultados:
 
88º (empatado) Pedro Figueiredo (-1), com 6 buracos por jogar;
88º (empatado) João Carlota (-1) com 9 buracos por jogar;
117º (empatado) Ricardo Melo Gouveia (+1) com 6 buracos por jogar;
137º (empatado) Hugo Santos (+3) com 6 buracos por jogar;
148º Tiago Rodrigues (+6) com 12 buracos por jogar.
 
Em contrapartida, já praticamente sem hipóteses matemáticas mas ainda em campo está João Ramos (+5) com 3 buracos por jogar.
 
O inglês Matt Wallace lidera provisoriamente o torneio e amanhã irá regressar ao Morgado Golf Course para jogar o buraco 15 com 16 abaixo do Par. Dos jogadores que já cumpriram os 36 buracos, o líder na clubhouse é o francês Matthiew Pavon, com 137 (68+69), -9.
 
O Open de Portugal @ Morgado Golf Resort é organizado pelo Grupo Nau Hotels & Resorts, pela FPG e pela PGA de Portugal.
 
O torneio conta para o ranking mundial, a Corrida para o Dubai do European Tour e a Corrida para Omã do Challenge Tour, distribuindo meio milhão de euros em prémios monetários.
 
(Declarações dos portugueses em anexo)
 
Contactos: 96 142 46 60 / e-mail (Hugo Ribeiro)
Fotografias: Filipe Lima, Ricardo Santos e Matt Wallace
Assinatura de fotografias: Ramiro de Jesus / FPG e Andrew Redington / Getty Images (Wallace)
Anexos: Press Release, fotografias,
#OpendePortugal, #EuropeanTour, #FPG, #PGAPortugal, #NauHotelsandResorts, #MorgadoGolfandCountryClub, #Portimao,
 
 
GABINETE DE IMPRENSA DA FPG E PGA PORTUGAL
          
Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico - convertido pelo Lince.