João Carlota vence PRO-AM do Montado

João Carlota aproveitou um intervalo entre torneios do Challenge Tour para apadrinhar o regresso do Circuito PT Empresas, após dois anos de ausência, e vencer o Pro-Am que a PGA de Portugal organizou no Montado Hotel & Golf Resort, no concelho de Palmela.

 

O profissional do Team Portugal emparceirou com os amadores Barbara Polzot, António José Saraiva e Sergio Garcia Leanizbarrutia, somando 97 pontos stableford net fourball.

 

Uma vitória indiscutível, dados os 8 pontos de vantagem sobre a formação 2ª classificada, liderada pelo antigo tricampeão europeu de profissionais de clube, Hugo Santos, acompanhado pelos amadores Pedro Portugal, Rui Manso e Rui Pedro.

 

Já o 3º conjunto, com 88 pontos, ficou a apenas 1 da 2ª equipa e o 3º lugar foi para o profissional Gonçalo Pinto, que nos seus tempos de amador chegou a ser 4º classificado no Campeonato da Europa. Gonçalo Pinto jogou ao lado de João Carlos Rodrigues, José Sousa Santos e Nuno Piolty de Almeida.

 

Houve 10 equipas a participar, cada uma formada por um profissional e três amadores, sendo de destacar a presença de alguns dos mais cotados jogadores portugueses, como Pedro Figueiredo, o atual nº3 no Pro Golf Tour germânico; Tomás Silva e Tiago Rodrigues, que têm competido este ano no Challenge Tour – aliás, Tomás Silva viajou logo depois para a Escócia, onde vai disputar um torneio de 250 mil euros em prémios monetários.

 

E merece ainda relevo a presença de Tomás Melo Gouveia (o irmão mais novo do n.º1 português, Ricardo Melo Gouveia), que nos últimos sete meses venceu a Taça da Federação Portuguesa de Golfe, o Campeonato Nacional Amador Peugeot, o Campeonato Nacional Amador de Pares e um dos torneios do Circuito da FPG!

 

É esta a qualidade de jogadores que oferece a PGA de Portugal aos convidados do Circuito PT Empresas, havendo ainda mais duas oportunidades durante o ano.

 

O circuito irá agora passar pelo Estela Golf, na Póvoa de Varzim, a 9 de setembro; e pelo Clube de Golfe do Santo da Serra, na Região Autónoma da Madeira, a 23 de setembro.

 

Cada um destes três torneios distribui prémios aos vencedores e ainda alguns troféus especiais. No Montado, o drive mais longo foi para Barbara Polzot e Paulo Martins, enquanto a bola mais perto da bandeira foi colocada por João Ochoa.

 

Contudo, o prémio mais aliciante é a qualificação para a Final do Circuito PT Empresas, no Guardian Bom Sucesso Golf, no concelho de Óbidos, nos dias 28 e 29 de outubro.

 

Apuram-se para a Final as três primeiras equipas de cada etapa qualificativa e a possibilidade competir no Guardian Bom Sucesso Golf será um privilégio para qualquer amador.

 

A PGA de Portugal decidiu que a Final do Circuito PT Empresas irá coincidir com o PT Empresas PGA Open, o torneio que encerra o PGA Portugal Tour, decidindo quem será o n.º1 da Ordem de Mérito 1080 Produções, ou seja, o n.º1 do circuito profissional português.

 

A novidade é que cada profissional que participar no PT Empresas PGA Open irá jogar durante os dois dias de prova ao lado de um dos amadores da Final do Circuito PT Empresas. No fundo, o mesmo formato do mais famoso Pro-Am da Europa, o Dunhill Links Championship, na Escócia, onde, por exemplo, Ricardo Santos já jogou ao lado de Luís Figo.

 

«Este formato irá proporcionar a todos os finalistas algo de muito diferente, a oportunidade de conviverem de perto e de competirem ao lado dos melhores jogadores nacionais, certamente uma experiência única», considerou José Correia, o presidente da PGA de Portugal.

 

«É com enorme agrado que vemos o Circuito PT Empresas retomar a aposta no golfe nacional. Para a PGA de Portugal é um orgulho fazer parte deste projeto como parceiro estratégico», acrescentou José Correia.

 

CONTACTOS: 96 142 46 60 / Hugo Ribeiro / press@pgaportugal.pt

FOTO: 1 – A equipa campeã. 2 – A 3 primeiras equipas classificadas.

ASSINATURA DE FOTOS: PGA de Portugal.

SITE: www.pgaportugal.pt

REDES SOCIAIS: Facebook PGA Portugal / Twitter PGA de Portugal

 

 

GABINETE DE IMPRENSA DA PGA DE PORTUGAL