João Ramos faz melhor volta em Lagos

Pela terceira vez nesta época de 2018/2019 João Ramos foi o melhor português num torneio do Portugal Pro Golf Tour. O português de 24 anos foi 4.º classificado no 5.º Palmares Classic, com 140 pancadas, 4 abaixo do Par dos percursos lagos e Praia do Onyria Palmares Beach & Golf Resort, em Lagos, após voltas de 73 e 67, que lhe renderam um prémio de 650 euros, do total de 10 mil que estavam em jogo.

 

«Ontem já tinha jogado bem mas falhei algumas oportunidades. Hoje (segunda-feira) já joguei melhor e num dia com vento, fazer 5 pancadas abaixo do Par, é bom. Estou contente, acertei bastantes greens e fiz bons putts», disse João Ramos à Forum TV.

 

O profissional do Oitavos Dunes, em Cascais, tinha sido vice-campeão no San Lorenzo Classic, na Quinta do Lago, em Dezembro, 3.º classificado no 2.º Palmares Classic e 6.º posicionado no 1.º Penina Classic, portanto, conta agora com quatro top-10 em apenas dois meses, cimentando a sua posição entre os dez primeiros do ranking do Portugal Pro Golf Tour.

 

Vencedor há três anos de um torneio do Algarve Pro Golf Tour (o circuito que antecedeu e deu origem a este), sente-se que mais tarde ou mais cedo poderá conquistar o seu primeiro troféu no Portugal Pro Golf Tour, um circuito satélite sancionado pela PGA de Portugal, Federação Portuguesa de Golfe e o britânico Jamega Pro Golf Tour.

 

«Não foi desta mas há de ser noutra», rematou confiante, depois de oito birdies e 1 eagle durante os dois dias de prova.

 

«É sempre bom ter aqui bons jogadores connosco», acrescentou, referindo-se à qualidade da lista de inscritos, que contou com 53 jogadores, com destaque para o ex-campeão europeu Luca Cianchetti, que terminou em 8.º (-3).

 

João Ramos tinha terminado a primeira volta no 15.º posto, mas a boa segunda ronda valeu-lhe o 4.º lugar final. O seu cartão de 67 (-5) foi o melhor do segundo dia, só igualado pelo mesmo resultado do amador austríaco Maximilian Lechner. E mesmo em todo o torneio só houve um resultado melhor do que o do português, as 66 (-6) do inglês George Bloor na primeira ronda.

 

No final do primeiro dia, Miguel Gaspar e Ricardo Santos estavam no top-10, mas após os dois dias de prova João Ramos foi o único dos 11 portugueses presentes a terminar nessa elite.

 

O 5.º Palmares Classic e o seu prémio de dois mil euros foram arrebatados pelo inglês  Gian-Marco Petrozzi, com 138 pancadas, 6 abaixo do Par, após voltas de 68 e 70.

 

Profissional há poucos meses, o inglês de 21 anos jogou o seu primeiro torneio do European Tour como profissional no último Portugal Masters em Setembro e já despertou o interesse da Octagon Golf, uma das mais conhecidas empresas de gestão de carreiras desportivas nesta modalidade.

 

Gian-Marco Petrozzi conquistou o seu primeiro título como profissional e até começou mal a última volta com 1 triplo-bogey, mas bateu por 1 única pancada o seu compatriota Sam Connor (69+70), que teve de contentar-se com um prémio de 1.300 euros.

 

Os resultados e classificações dos 11 jogadores portugueses no 5,º Palmares Classic foram os seguintes:

 

 

4.º (empatado) João Ramos, 140 (), -4, €650 12.º (empatado) Miguel Gaspar, 142 (69+73), -2, €362 14.º (empatado) Tomás Melo Gouveia, 143 (75+68), -1, €312 22.º (empatado) Ricardo Santos, 146 (70+76), +2 22.º (empatado) Hugo Santos, 146 (76+70), +2 31.º (empatado) Pedro Almeida, 150 (77+73), +6 31.º (empatado) António Sobrinho, 150 (73+77), +6 36.º (empatado) Alexandre Abreu, 152 (75+77), +8 36.º (empatado) Tomás Silva, 152 (73+79), +8 40.º Rogério Brandão, 155 (80+75), +11 43.º (empatado) Mkael Carvalho, 157 (74+83), +13